O futuro é agora

O momento em que estamos vivendo no varejo, a tomada de consciência pelo consumidor por ações mais colaborativas e sustentáveis aliados às incertezas políticas, nos leva a crer que estamos redefinindo a forma de consumir e, por consequência, a forma de projetar e desenvolver espaços comerciais.

Estamos virando a chave, entrando em uma Nova Era.

Claro que esse bombardeio de tecnologia e informação vindo da NRF 2016 é muito rico, mas sua interpretação e releitura tem que ser muito bem feita e muito bem aplicada à nossa realidade. Somente então pode – e deve- ser levada, não somente para o consumidor, mas também para o nosso cliente: o varejista. É para ele que precisamos elocubrar essas ideias, para que ele possa entender o processo e aprovar os projetos.

E foi exatamente esse filtro, essa releitura, que foi discutida com a equipe da Design Novarejo no dia de hoje. Como absorver toda essa informação e aplicar de forma correta em nossos projetos?

Nos centramos em alguns pontos de discussão:

– Desenvolver parcerias aproveitando a sinergia entre os clientes da Novarejo.

– Estudar mais profundamente o comportamento – em constante movimento – e as expectativas dos Millenials, afinal já estamos projetando lojas também para eles.

– Saber dosar o uso de tecnologia no PDV: se não for usada de forma adequada ela torna-se cara, inviabiliza o projeto e é rapidamente abandonada.

– Agregar às lojas o conceito de multi produtos e serviços, tornando o espaço mais atraente.

– Trazer novos conceitos para o PDV, sem perder a humanização.

– Ajudar nossos clientes a desenvolver outros produtos e serviços para seus negócios.

Esses eventos internos nos ajudam a equalizar o grupo e incentivar a pesquisar, cada vez mais.

Além de formar profissionais mais completos, eles também serão mais assertivos nos projetos.

Como não podemos levar toda a equipe para um evento como esse aproveitamos a tecnologia para trazer um pouco do evento para o grupo, quase que em tempo real.

Boas soluções nem sempre estão ligadas a tecnologias caras ou mesmo ações de alto custo.

E sempre é hora de termos boas ideias!

Marcos Morrone

0 Comentários
Seja o primero a deixar um comentário!

Deixe um comentário

* preencher